Marketing de dados


O Marketing de dados entrega vantagem competitiva.

DataBase Marketing na empresa é vantagem competitiva É orientado a relacionamento individualizados entre clientes e fornecedores;

DataBase Marketing na empresa é vantagem competitiva Minimiza investimentos e permite venda segmentada;

O histórico explica como o Database Marketing pode agir na empresa!

Primeiras manifestações nos anos 30, período da Depressão norte-americana.

Quem vendia fazia o possível para satisfazer cada cliente e incentivá-lo a comprar novamente. Isso era fundamental, pois havia milhares de desempregados.

Em 1970, no livro O choque do futuro, Alvin Toffler conceituou a “desmassificação”,prevendo mudanças, inclusive aquela que faz com que hoje os profissionais de vendas ou de marketing conheçam muito bem o cliente, desenvolvendo ações específicas.

É a era da individualização e não mais do marketing de massa, construir diferentes perfis de mailing segmentado é uma estratégia eficiente.

Definições sobre o marketing de dados na empresa.

O Database Marketing não é um mailing list sofisticado, com mais dados sobre o cliente.

Herman Holtz, no livro Database Marketing: um guia imprescindível para a nova ferramenta do século 21, diz o seguinte:

“Marketing de dados é aquele na qual as táticas, estratégias, metodologia e outros fatores essenciais do marketing baseiam-se numa quantidade muito maior de informações, do que aquelas normalmente disponíveis, coletadas em banco de dados, isto é, num banco de dados de consumidor contendo essa riqueza de informações sobre o cliente.”

Definições do Database Marketing na empresa.

Robert Shaw e Merlin Stone no livro Marketing com banco de dados: Marketing com banco de dados é uma abordagem interativa para Marketing, que usa canais e meios de comunicação de marketing endereçáveis individualmente (tais como correio, telefone, call center e força de vendas): para ampliar a ajuda a um público-alvo da empresa; para estimular sua demanda; para estar perto deles, registrando e mantendo uma memória eletrônica de banco de dados de clientes, potenciais clientes, todos os contatos comercias e de comunicação, para ajudar a melhorar todos os contato futuros e assegurar um planejamento mais realista de todo o marketing.

Marketing por banco de dados é um conjunto de dados organizados e abrangentes sobre todos os clientes da empresa, incluindo os atuais, os potenciais e os não-clientes.

Esses dados devem estar atualizados e precisam ser de fácil acesso, confiáveis e com alto grau de praticidade afim de serem utilizados pela empresa em suas atividades de relacionamento (vendas, marketing ou call center), em qualquer ponto de acesso que o cliente utilize para se comunicar com a empresa.

Elementos básicos para construir e usar Database Marketing na empresa.

DataBase Marketing na empresa é vantagem competitiva Objetividade/Seletividade estratégica: qual o objetivo do relacionamento: Aumentar a lealdade? Estender vendas de produtos e serviços? Lançar um novo produto ou serviço? Formar um novo grupo de usuários?

DataBase Marketing na empresa é vantagem competitiva Personalização: personalize o contato e a mensagem, levando valor ao cliente (reduz custo? melhoria operação? Nova tecnologia?).

DataBase Marketing na empresa é vantagem competitiva Envolvimento: manter a “história” do relacionamento, os propósitos atuais e futuros do relacionamento.

Experiências: use vários meios de comunicação para construir relacionamento (redes sociais, e-mail, telefone, etc.) essas experiências contribuirão para identificar isso no seu mailing list ou mudar a má impressão do cliente em relação à empresa.

Mensurabilidade: determina a resposta á mensagem ou comunicação inicial e aos esforços posteriores.

Compara-se à análise de ROI (return on investiment) e é um indicador que mostra o índice de resposta aos esforços da empresa.

Formação do relacionamento: o relacionamento empresa x cliente não termina quando a compra é concluída; nesse momento ele começa e deve se tornar um círculo virtuoso (a empresa investe em relacionamento sadio, buscando sempre trabalhar de forma proativa e construtiva, objetivando a melhoria continua, visando a nova venda).

BILIOGRAFIA

  • HERMAN HOLTZ DATABASE MARKETING
  • ROBERT SHAW / MERLIN STONE MARKETING COM BANCO DE DADOS
  • ED NASH MARKETING DE BANCO DE DADOS
  • PHILIP KOTLER ADMINITRAÇÃO DE MARKETING